Quero implantar o BIM na minha empresa! E agora?

Então já está entendido: BIM é o caminho!

Ok? Quer aderir o conceito. Mas, e agora?

Instalar um software e aprender a usar?

Fazer um cursinho para aprender mais rápido?

Recomendamos ir com calma!

Internalizar bem o conceito e se inteirar bem do processo, que não é nada superficial como às vezes pode parecer.

Diríamos que a melhor opção é buscar auxílio de quem se especializou no assunto, que poderá lhe fornecer uma visão mais ampliada do processo e lhe apresentar oportunidades de acordo com a sua necessidade, porque isto deve ser muito bem pensado.

O que você quer com o BIM?

Onde quer chegar?

Qual sua real necessidade?

O que receber e o que entregar?

bim_wayfinding_s

São questões super importantes a serem analisadas e respondidas antes de se tomar qualquer decisão.

Sem dúvida alguma o uso da tecnologia pode ser um diferencial bastante interessante, gerando redução de desperdícios e melhor gestão da obra. São inúmeras vantagens tanto para a empresa, que terá muito menos retrabalho, e algumas ferramentas facilitadoras no processo de projeto,  quanto para o cliente final, que receberá um produto (projeto) com mais qualidade, o que refletirá em economia de material e mão de obra durante a execução e manutenção.

O destaque no BIM não se restringe a elaboração do projeto em si. O “grande negócio” do BIM é o uso do modelo.

Após finalizado a elaboração do projeto, iniciam-se as análises, muito além da facilidade de verificação de interferências com outras disciplinas, que é uma grande vantagem já bastante discutida. Temos em mãos um protótipo virtual da construção, e através das ferramentas BIM, temos a possibilidade de experimentar diferentes de materiais, formas de execução, diversos fatores que poderão influenciar no orçamento ou planejamento da obra. Análises estratégicas, inclusive da performance do modelo, como exemplo, a energética.

O interessante é que tudo acontece através da análise das informações contidas no modelo. E quando bem elaborado, estas informações estão todas conectadas de forma muito mais confiável de se alterar qualquer uma delas com a segurança que será considerada em todas as disciplinas e planilhas que dela forem alimentadas.

Aí vem mais um pulo do gato: Como se ter um modelo nestas condições?

Mais uma vez não é apenas sair construindo virtualmente. Faz-se necessário uma planejamento para elaboração dos modelos. Além do nível de detalhamento das informações, a forma como as informações serão inseridas, tem que ser bem pensada de acordo com a necessidade do uso do modelo, e deve ser definida em sintonia com os demais projetistas.

Isso também é outro grande álibi do BIM, trabalho colaborativo.  Onde todos os parceiros poderão interagir de forma simultânea,  com troca mútua de dados para desenvolver a construção virtual como ela realmente é executada, de forma integral e interativa. Sendo que todo o processo deverá ser gerenciado e documentado através de relatórios, mantendo-se o registro de todo o processo de projeto e suas definições.

Enfim, o BIM é um conceito de grande valia, sempre que bem aplicado!

 

Autora:

Luana Moreira Camerini

Fone (48) 99624-0734 – E-mail: luanamcamerini@gmail.com

2 comentários sobre “Quero implantar o BIM na minha empresa! E agora?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s