O real uso do “I” do BIM

bim (1)

Cada dia mais o conceito BIM vem sendo difundido e absorvido pelos profissionais e empresas do ramo da construção civil.

O que nos preocupa, de certa maneira, é a forma como este conceito tem sido assimilado. Podemos até dizer que na maioria dos casos o BIM está sendo subutilizado.

Quando não é interpretado apenas como um software, que já é uma falha grave, pois, BIM é uma metodologia que integra diversos e não apenas um software; ele é entendido como um modelo 3D que facilita a compatibilização e extração de quantitativos de materiais. Continuar lendo

Extração de Quantitativo de materiais elaborado no Revit

Introdução

Quando o objetivo do modelo está além do projeto, no qual pretende-se usá-lo para extração de quantitativo e  orçamentação, não basta apenas instalar o software na máquina e sair projetando. É necessário que sejam considerados alguns critérios na hora de projetar, que devem ser pensados conforme execução para que sejam modelados, como por exemplo: aberturas de paredes, altura do reboco interno/externo, elementos estruturais, entre outros.

Este artigo irá tratar apenas de uma pequena parte do processo, a modelagem de paredes. Percebe-se que apesar de se tratar de uma parte pontual do processo de modelagem, existe uma complexidade quando analisamos detalhadamente. Continuar lendo